TIPOS DE DIÁSTASE E COMO TRATAR COM EXERCÍCIOS



Cerca de 30% das mulheres apresentam DIÁSTASE ABDOMINAL PATOLÓGICA no pós-parto e, muito mais do que uma preocupação com o lado estético, ela provoca dores na lombar e o surgimento de uma protuberância no meio do abdômen ao fazer algum tipo de esforço (tossir, sentar ou levantar). A diástase é caracterizada pela separação do músculo reto abdominal devido rompimento fascial da linha alba, ocorre por outros fatores além da gravidez, como obesidade e excesso de força nos retos abdominais, comum em praticantes de atividade física de alto impacto .

Quando surge durante a gravidez fica aparente após o parto. A boa notícia é que existem alternativas que ajudam a fechar a DIÁSTASE, e uma delas é o Low Pressure Fitness® (LPF), também chamado de técnica da barriga negativa, um método global de exercícios posturais e respiratórios que acarretam uma diminuição da pressão intra-abdominal.

O método , baseado nos trajetos da MIOFÁSCIA , busca a reeducação postural, tonifica e assegura a coativação do assoalho pélvico e da musculatura abdominal . Por isso ele é tão indicado para quem tem diástase abdominal, problemas de aderência pós-cirúrgica (abdominoplastia, cesarianas, apendicite), constipação intestinal, colite, hérnias abdominais entre outros problemas relacionados ao aumento da pressão intra - cavitária e deficiência na mobilidade da fáscia .

A prática do LPF aumenta a produção dos fibroblastos, que por sua vez aumentam a síntese de colágeno, que atuará na regeneração do tecido fechando a diástase.

As aulas duram de 30 a 45minutos ( com protocolos de 1 ou 2x/semana ) e envolvem controle e treino respiratório, postural e hipopressivo.

O Low Pressure Fitness melhora a postura e a capacidade cardiorrespiratória, tonificam os músculos do abdômen devido treinamento do CORE, protegendo assim a coluna e o pavimento pélvico. O LPF também atua na prevenção de hérnias e tratamentos e prevenção de incontinência urinária, constipação intestinal e melhora de retorno venoso além de conforto postural dentre outros fatores que podem ocorrer por aumento excessivo da pressão intra-abdominal #lowpressurefitness#coretrain


#Repost @lowpressurefitnessbrasil

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo